O Ciência sem Fronteiras (CsF) é um programa do governo federal que pretende dar a oportunidade a mais de 100 mil alunos de estudar no exterior, visando, entre outras coisas, promover o avanço tecnológico do país. As bolsas serão concedidas durante os 4 anos de vigência do programa e são divididas entre algumas modalidades (graduação sanduíche, doutorado sanduíche, doutorado pleno, pós-doutorado).
Existem duas maneiras de se inscrever no programa: candidatura individual ou mediante adesão da Instituição de Ensino Superior (IES). A UERJ só permite candidaturas pela modalidade adesão, então foi por essa que eu me inscrevi e é dela que eu vou falar aqui. 
De uma maneira geral, para ser apto à concessão da bolsa de graduação sanduíche (modalidade na qual eu fui contemplada) é preciso ter os seguintes requisitos:
  • Estar matriculado em curso de nível superior nas áreas prioritárias
  • Ter nacionalidade brasileira;
  • Estar dentro do limite do curso estipulado pelo edital (no edital do Reino Unido, por exemplo,  era preciso ter integralizado entre 40% e 80% do currículo previsto para o curso, mas nos outros editais esses números mudaram pra 20% e 90%);
  • Apresentar nota suficiente no teste de proficiência* (para países em que o idioma não é português ou espanhol);
  • Apresentar perfil de aluno de excelência, baseado no bom desempenho acadêmico segundo critérios da sua IES;
  • Declarar compromisso de permanecer no Brasil pelo dobro do número de meses em relação àquele com o qual foi contemplado para realização da graduação-sanduíche
*Teste de proficiência é uma prova para medir os conhecimentos em determinado idioma.

Depois de checar que você tem todos os requisitos o processo seletivo segue a ordem cronológica abaixo:

  • Homologação pela IES (seleção interna na sua universidade, na verdade eles só cortam quem tem CR abaixo da média do curso);
  • Seleção pelo CsF (que na realidade é uma seleção feita pelo órgão de fomento da bolsa: Capes ou CNPq);
  • Alocação em uma Universidade do país de destino parceira do programa (as chances aqui, depois de selecionado pelo CsF, são bem grandes);
Enfim, apresentei aqui o programa resumidamente e de maneira generalizada. Posts detalhados sobre todas as etapas que passei para conseguir a minha bolsa para o Reino Unido estarão disponíveis em breve aqui no blog.


Camila Cereja de Paula

2 comentários:

Juliane Crystine disse...

Olá, por curiosidade, gostaria de saber se tu poderias nos informar teu cr e a nota do toefl. Eu estou tentada à escolher UK como destino, mas tenho medo que, apesar de estar acima do mínimo exigido, eu ainda esteja muito abaixo. Obrigada, beijão e adorei o seu blog!

Isabelle disse...

camila, outros testes de proficiência na língua inglesa são aceitos(KET, PET, FCI)? e outra, as incrições para o programa CSF só abrem 1 vez ao ano ne? adorei seu blog,se puder me responder ficarei muito agradecia! beijos

About Me

Minha foto
Camila Cereja
Friburguense de 21 anos, cursando 7º período de Engenharia Mecânica, da UERJ (IPRJ) para University of Birmingham.
Visualizar meu perfil completo

Pageviews

Tecnologia do Blogger.