terça-feira, 31 de julho de 2012

Hoje vou falar um pouquinho de como aconteceu o processo seletivo desse edital de  graduação sanduíche no Reino Unido (chamada pública nº 106/2011).

Ciência Sem Fronteiras Capes CNPq UUK


Os primeiros passos são a inscrição e o agendamento da prova (que eu já expliquei AQUI e AQUI). Depois disso o processo seletivo segue da seguinte maneira:

Homologação pela sua IES: Essa é uma seleção interna da sua universidade. Os critérios e prazos variam de universidade para universidade e cada uma tem um Coordenador Geral responsável pelo CsF. Na UERJ a documentação dos candidatos é repassada pelo DCI para a pessoa responsável em cada departamento. Geralmente todos os alunos que tem um CR maior do que o CR médio do curso e estão dentro dos critérios do edital são homologados. A partir daí a universidade lança no sistema da Capes e você recebe um e-mail automático informando a sua homologação. A lista de homologados também sai no site do DCI, nessa página AQUI.

Seleção pelo CsF: Depois de ter sua candidatura homologada você vai passar por outra seleção, dessa vez feita pela Capes. Os critérios dessa seleção ainda são bem obscuros porque na verdade, no nosso edital, só foi indeferido nessa fase quem teve nota no IELTS inferior a 5 ou alunos cujo curso não estava nas áreas prioritárias. Essa seleção pelo CsF foi bem enrolada porque ocorreu uma novela confusão em relação as notas do IELTS. O edital dizia que a nota mínima para ser selecionado era 6 (mas não mencionava a nota por banda) e também dizia que quem não atingisse a nota 6 poderia, a critério deles, ganhar um curso de inglês no Reino Unido antes das aulas. Porém as regras do visto mudaram recentemente e só poderia tirar o visto quem tivesse pelo menos 5,5 em cada componente da prova (ou seja, você pode ter um overall 8 mas se sua nota no listening for 5 você não pode tirar o visto). Talvez por isso essa história do curso de inglês no Reino Unido tenha ido por água abaixo. Todo mundo que tirou 5 ou 5,5 no IELTS ganhou do British Council um curso chumbreca online e teve que refazer a prova, às custas da Capes. Os alunos que tiraram menos que 5,5 em alguma das bandas também tiveram que refazer a prova. Quem não conseguiu atingir a nota acabou sendo realocado pros EUA.

Depois dessa seleção o processo passa a ser administrado pelo o Universities UK. "O UUK é uma organização representativa das universidades do Reino Unido que visa a educação bem-sucedida e diversificada de nível superior" e são eles que fazem a intermediação e a alocação dos estudantes nas universidades de lá. Nesse site AQUI vocês vão encontrar várias informações e a partir dessa fase do processo qualquer dúvida deve ser tirada com eles por e-mail (sciencewithoutborders@international.ac.uk). Eles são extremamente educados e quase sempre dispostos a sanar nossas dúvidas.

O próximo passo é se inscrever no UCAS. Vai ser preciso ter um passaporte válido, traduzir histórico da faculdade, fazer uma redação (em inglês) se autopromovendo e escolher 3 universidades ufa!. Mas isso vai ficar pro próximo post.

Como eu falei no último post, novas chamadas para graduação sanduíche foram abertas (pode conferir AQUI) inclusive para o Reino Unido. O texto para a chamada do Reino Unido só vai ser disponibilizado amanhã mas pelo que eu li dos outros países pouca coisa mudou do edital que eu participei para esse. A principal mudança é que eles esclareceram os critérios da seleção e classificação em cada etapa. Isso é uma coisa boa porque o edital fica mais claro, eu só não gostei do critério escolhido. Se o número de inscritos for superior a quantidade de vagas só serão considerados os candidatos que tiverem nota mínima de 600 pontos no ENEM. Ou seja, quem fez ENEM antes de 2009 eu! ou quem por algum motivo não fez ENEM vai ter sua candidatura indeferida triste. Achei legal que eles colocaram o cronograma para começar as aulas tanto em Janeiro/2013 quanto em Setembro/2013, dá pra se programar numa boa!. É muito provável que o processo seletivo siga mais ou menos o que eu falei por aqui. Não se descabelem se alterarem esse cronograma! O programa é grande, é novo e ainda está se acertando. Tenham paciência que no final tudo dá certo!

Beijos e boa sorte! ;)

1 comentários:

Renan Pitz disse...

Olá, Bom dia. Fiquei interessado sobre o programa Ciência sem fronteira e gostaria de saber como é a situação do CR. Liguei para o MEC e eles me informaram que quem decidi isso é a instituição, que no meu caso é a UERJ. Li em algum post seu que você também é de lá. Poderia me tirar essa dúvida?
Parabéns por essa nova fase, sucesso.

About Me

Minha foto
Camila Cereja
Friburguense de 21 anos, cursando 7º período de Engenharia Mecânica, da UERJ (IPRJ) para University of Birmingham.
Visualizar meu perfil completo

Pageviews

Tecnologia do Blogger.